Vale do Anhangabaú é reinaugurado e divulga agenda cultural

Nesse domingo, 25 de julho, o Subprefeito da Sé, Coronel Salles – @coronelsalles – acompanhou a abertura do Vale do Anhangabaú, com a presença do Prefeito Ricardo Nunes – @prefeitoricardonunes15 – do Secretário das Subprefeituras, @alexandremodonezi, da secretária-adjunta @aclafemina, do secretário-executivo @caiol.luz, parlamentares e representantes da gestão municipal.

   

A programação incluiu visita guiada pelo local e apresentação das fontes com a participação de bom público que compareceu à reabertura e aproveitaram o espaço, que reabre aos domingos em horário reduzido, das 8h às 12h. A Subprefeitura Sé ampliou as equipes de fiscalização para orientação ao comércio irregular. Ao todo, 12 equipes compostas por 80 agentes atuarão nas regiões do Vale do Anhangabaú e da Av. Paulista, enquanto os espaços estiverem abertos para lazer.

   

“É hora de fazer experimentos com segurança de acordo com os protocolos de saúde e contando com a colaboração da sociedade. É um processo que precisa ser analisado com responsabilidade. Passo a passo. A palavra neste momento é respeito, aos protocolos, aos espaços e às pessoas”, conclui o subprefeito da Sé, @coronelsalles. A reabertura foi possível após a capital atingir 80% da população adulta imunizada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O espaço volta a receber eventos culturais com circulação de pedestres.

Arte e Cultura em pleno Vale do Anhangabau – Com nove painéis em grande formato distribuídos pelo Vale, a Exposição “Olhares da Linha de Frente”, em homenagem aos profissionais da saúde, traz retratos de profissionais que atuaram na linha de frente do combate à Covid-19. As pinturas são assinadas pelo artista Alexandre Ignácio Alves, dando continuidade ao seu trabalho iniciado na exposição “Retratos Preto sobre Preto”, exibido em 2019 no Centro Cultural São Paulo. Dialogando com o tema da pandemia, o coletivo SHN traz ilustrações de pessoas de máscaras nas bandeirolas, penduradas nos postes de iluminação do Vale.

 

Entre as outras intervenções, está a instalação “Anhagabaú: Um rio de luz e resistência”, do Studio Visualfarm, que ocupa a nova fonte do vale com projeções e lasers. Serão realizados dois espetáculos por semana, às terças e quintas, totalizando vinte apresentações, a partir de 29 de julho. Outro destaque são as intervenções nos quiosques do Vale — cada um dos 11 quiosques receberá uma diferente. Grupos teatrais consagrados da cidade, Os Satyros e Pia Fraus organizam visitas guiadas lúdicas ao Vale do Anhangabaú. A atividade, com um grupo para o público em geral e outro para o público infantil e familiar, trará curiosidades e fatos da história do Vale e da região.

Valorizando a importância histórica do Vale, com cinco totens expositivos espalhados pelo Vale, a exposição “O Vale em Constante Mutação” traz um resgate histórico e afetivo das constantes transformações pelas quais o Vale do Anhangabaú. A curadoria foi feita em parceria do Museu da Cidade de São Paulo com o Departamento de Patrimônio Histórico, ambos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

   

Serviço:
Visitas Lúdicas Guiadas
Diariamente às 10, 12, 14, 16 e 17h
De 2a. a 6a feira haverá visita guiada ao público
Sábados e domingos: Visitas guiadas ao público infantil e para famílias
– Pia Fraus – Julho: dia 31.07 e em agosto: dias 01, 07, 08, 14, 15, 21, 22, 28, 29
– Satyros – Agosto: 12, 13, 16, 17, 18, 19, 20, 23, 24, 25, 26, 27, 30
– Instalação artística: bandeiras
– Coletivo Rua SHN
– Instalação Rios Voadores

– Instrumento para Xamar Anhangobá´y
– Exposição histórica “O Vale em constante mutação”
– Instalação de bandeiras “O amor é uma (r)evolução”
– “Cidade é Pra Brincar” – Intervenções de Balanços – Basurama
– Balanços: Retirados as 2as. e 5as. para revisão, manutenção e reinstalação

   
– Instalações artísticas nos quiosques – A partir de 29 de julho:
– Exposição “Olhares da Linha de Frente”
– Projeção nas fontes – Visualfarm
– Todas as quintas, sextas, sábados e domingos, das 19 às 21h
– Espetáculo de dança – Dança das Águas
– Todas as 5a., 6as. sábados e domingos, das 19 às 20h

Fotos: Andresa Gouvêa, Maurício Coutinho e Paulo Silveira

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *